Cavaleiros Imperiais -Ascensão Sombria-: A Escolha de um Líder. (Jogo)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cavaleiros Imperiais -Ascensão Sombria-: A Escolha de um Líder. (Jogo)

Mensagem por Imperador Renon em Dom 18 Dez 2011, 19:22

Joshua S. §IK§: Estava mais constante, nos últimos meses, aquelas idas e voltas para a Cidade Imperial. Apesar dos dotes mágicos, preferia esticar os músculos para voar. Seu corpo ostentou por algum tempo as marcas das queimaduras de Azghr, mas conforme o tempo passava, as escamas cobriam novamente estes locais, trocando sempre, como os fios de cabelo de um ser humano. Pousava no que seria o porto dos wyverns como sempre. A vontade que tinha era andar pela cidade em sua forma natural, mesmo sendo mais frequente a sua aparição, ainda sentia como se chamasse atenção demais para os outros que não eram acostumados com a sua figura. Retornou à sua forma humana rapidamente e seguiu cidade adentro.

Ahmik Tseeru IK : *Estava arrumando o chão da Igreja, recolocava as peças de mármore vagarosamente e preenchia as pequenas frestas com um selante. Estava ajoelhado no chão. Desde que Renon o tinha designado como Sumo sacerdote passara a se vestir de forma mais recatada.Estava com uma blusa de linho que o cobria até o pescoço, usava seu saiote. No pescoço como costumeiro estava o colar com a inscrição IK no pingente em forma de escudo. Os cabelos do Amenti já havia crescido e estavam amarrados em rabo de cavalo. A mão direita do homem estava negra, um aspecto estranho, pois era mais escura que a pele das pessoas dessa raça.* - Namish, já está terminando? *As portas da Igreja estavam trancadas, a luz entrava pelos vitrais deixando-a com um tom divino, como se houvesse a presença de deuses ali*

Namish - IK: *Estava com o agora Sacerdote Ahmik, ajudando-o a recolocar as peças de mármore vagarosamente, preenchendo as pequenas frestas com um selante. Não era o tipo de trabalho que ela apreciava, primeiro porque era lento demais para sua personalidade imediatista e segundo, porque envolvia horas demais do seu tempo, tempo em que ela julgava achar coisas mais úteis a fazer sobre seu próprio treinamento. Tinha visto coisas demais, coisas que queria continuar a ver e tinha que se preparar melhor. O traje em nada havia mudado, vestia o justo tecido negro dos pés a cabeça, não revelando nenhum mínimo pedaço de pele. Ela colocou o último pedaço sobre o chão e o selou, em seguida ergueu os olhos a ele.* - Este foi o último.

Ahmik Tseeru IK : *Se levantou e esticou seu corpo* - Eu também terminei!! *Sorriu para Namish e caminhou para o rumo dela* - Fizemos um bom trabalho aqui. *Ele parou por um tempo de falar, como se refletisse um pouco sobre as próximas palavras* - Posso te pedir um pouco mais de sua ajuda? *Olhou a moça e depois seguiu para a porta principal da Igreja passando pelo meio dela*

Renon A Slade *IK* :*O tempo foi gentil com o Império e com seu povo. Conflitos foram resolvidos, grande parte deles de maneira pacífica, e os que não foram resolvidos de forma pacifica simplesmente implodiram, exércitos debandaram, disputas foram encerradas. Inimigos desapareceram, talvez desmotivados ao ver a política Imperial ser a maior arma jamais utilizada pelo Império. Ao norte, Deskrausser parece ter sido tomada por um período tranquilo, sem agitações. Lagus, a oeste, não parece ter tido problemas maiores, o mesmo era dito sobre as Terras dos Justiceiros Sagrados. Dentro do Império a situação era controlada, a Inquisição agora agia em conjunto com a diplomacia, sendo o "braço direito" dos líderes Imperiais. Ainda assim a Igreja da Sagrada Luz, ordem religiosa base da Inquisição, mantinha suas posições religiosas extremistas sobre a "Fé na Sagrada Luz", ignorando qualquer entidade que exija adoração. Porém agora eles não mais exigiam a expulsão das religiões "infiéis", eles apenas não permitiam que seguidores de outros deuses participassem de suas fileiras ou se envolvessem em seus assuntos internos. O estopim para a mudança de atitude foi a ação em conjunto que levou a captura do traidor Azghr Emberfury, um esforço coordenado entre Cavaleiros Imperiais e Inquisição que foi um sucesso total. O Imperador Renon, agora uma figura mais reclusa, dedicado muito mais a política do que ao combate agora, conseguia deliberar com os líderes dos reinos do Império sem maiores problemas... Fora o fato das relações com as Firelands, terra natal do prisioneiro Emberfury, haverem oficialmente declarado seu desagrado e se tornado opositores políticos ferrenhos. Nova Terânia, a capital flutuante, agora circulava em uma rota fixa sobre o território do reino de Terânia, fato que tornou os Cavaleiros Imperiais mais conhecidos do povo. Sem a necessidade real de um grupo de criaturas poderosas para manter os reinos a salvo, pouco a pouco, o imperador permitiu que o grupo tivesse responsabilidades diferentes, maiores, como a ascensão de Joshua ao posto de General Imperial... A nomeação de Ahmik como Sumo-Sacerdote do Império, o que sempre o colocava em conflito com a Igreja da Sagrada Luz... a vida seguiu e, dez meses depois, Renon finalmente havia resolvido reunir alguns dos cavaleiros Imperiais. Havia solicitado a presença de todos sem dar motivos maiores, o que era uma surpresa considerando a eloquência e o ego conhecidos do Imperador. Dez meses depois, os Cavaleiros Imperiais, ou ao menos parte deles, seria convocada.*

Renon A Slade *IK*: *Seus passos eram lentos, seus olhos contemplavam aquela cidade que havia sido erguida em meio a tragédia, e agora prosperava como nunca. A via ladrilhada servia como corredor para Renon observar o povo. O rosto jovem agora ostentava uma cicatriz sobre o olho direito, herança do conflito contra Azghr. Já havia pelo menos 6 meses que ele não tinha mais motivos para vestir sua armadura e a máscara, que jaziam no salão imperial. Trajava roupas nobres e circulava pelo povo constantemente, vigiado por guarda-costas, mas apenas por rotina... Seguiria para o local que havia combinado com todos, uma praça um pouco mais afastada do centro... Não tinha contato com muitos Cavaleiros Imperiais, na verdade deixou de ver alguns há mais de 10 meses, e estava curioso em saber como eles estavam e até mesmo para saber quem iria atender seu chamado, pois tinha certeza que nem todos compartilhavam essa "paz" como algo benéfico. Era manhã, uma manhã nublada, um tanto fria, mas de forma geral agradável...*

Namish - IK :*Levantou-se, acompanhando os movimentos do homem. Ela bateu levemente as mãos e depois se espreguiçou. Podia até mesmo estar sorrindo levemente, mas o rosto tampado impedia qualquer visão de suas feições. Ela seguiu os passos dele, seguindo-o na direção da porta.* -Do que precisa?

Ahmik Tseeru IK: - Não será hoje, precisaremos de mais tempo. Gostaria de treinar com você! *Ahmik soltou os cabelos, abriu as grandes portas principais e foi rumo à rua* - Bom, podemos conversar melhor um outro momento, mas eu gostaria de saber se você se importaria. *Ele iria rumo à praça na qual Renon marcara o encontro. Eram 10 meses que não via o Senhor de Terânia e seria interessante vê-lo e saber quais assuntos ele gostaria de tratar*


Joshua S. §IK§ :*Caminhou tranquilo e sossegado, sem mostrar muita pressa. Vestia por seu corpo, um robe azulado adornado com algumas peças de marfim. Possuía botões desde o pescoço até o saiote que a peça de roupa tinha. Para não mantê-lo solto, um cinto largo prendia-se na cintura. Joshua em sua aparência humana raramente mudava, pois aquilo era apenas um artifício. Mas em 10 meses, não era muito tempo para um dragão, apenas uma fração pequeníssima. Chegou na praça logo depois de Ahmik.

Namish - IK: *Ficou surpresa com o que ouviu, não esperava um pedido como aquele, ainda menos vindo dele. Ela olhou pelas costas, já que estava alguns passos a frente dela. A moça apertou o passo, para acompanhá-lo na direção da praça.* -Tem certeza? Minhas especialidades não parecem o tipo de coisa útil a você..Mas, se quer, eu posso tentar ensiná-lo. *A voz era sempre firme e seria, não deixando transparecer que tinha sido surpreendida. Assim que começou a caminhar ao lado dele, ela olhou a frente. Deixaria para se preocupar com os assuntos daquela reunião quando ela começasse.*

Renon A Slade *IK* :*Seus olhos a todo o momento procuravam as vias que levavam até aquele local. Estava tão envolvido com assuntos políticos que mal se lembrava de fazer uso de seus vastos poderes psiônicos para descobrir quem já estava a caminho ou não. Usava mais a pena e a tinta do que a telecinese ou a clarividência, e não se queixava disto. Notou a aproximação de algumas pessoas, e começou a identificar rostos conhecidos. Ahmik, agora líder da religião imperial, era um deles. A figura de Joshua também era reconhecida com facilidade, fora a Imperatriz talvez ele fosse quem mais tivesse contato com Renon, era responsável pelas fronteiras de Terânia e periodicamente reportava-se a Renon, mas eram apenas assuntos oficiais, nunca uma conversa qualquer. Renon semi-cerrou os olhos por um instante, piscando até para ter certeza de que via Namish junto com eles... Esse era um fato que ele não esperava, a Pantera Negra saindo das sombras...? Que grata surpresa!* Ora ora, sejam bem vindos, Cavaleiros Imperiais! *A voz era amistosa e tranquila, ele estenderia a mão para cumprimentar a cada um ali, mantendo uma postura mais "tradicional" com Namish, apenas beijando sua mão.* General Joshua, Sumo-Sacerdote Ahmik e minha cara Namish... é bom revê-los, e todos bem. *Virou-se para Joshua ao falar.* Como andam estas marcas de combate? Quase desaparecendo? A minha vai deixar marca para sempre... *Sorriu, erguendo a sobrancelha direita, onde a cicatriz passava, e falou com Ahmik agora.* Como esta sua "luta" com a Igreja da Sagrada Luz? E você, Namish, como vem se saindo entre os Imperiais?

Ahmik Tseeru IK : - Nossas habilidades são mais parecidas do que imagina! *Ao aproximar-se da praça ele viu Joshua. Deu um sorriso em cumprimento e antes de dar atenção ao que ali acontecia terminou o assunto com Namish* - Será muito bom para nós dois, eu acredito nisso, mas deixemos para terminar isso em outro momento. Obrigado! *Notou o Imperador, na verdade estranhou Renon, sorriso no rosto e uma delicadeza incomum. O cumprimentou* - Senhor, há quanto tempo! Vejo que muito mudou. Quanto a Igreja, estamos com nossos desafetos, mas nos encontramos numa certa trégua.

Joshua S. §IK§ : Os machucados se fecharam nas primeiras semanas. Ao menos temos uma vantagem de ter nossos corpos cobertos com 'unhas'. Assim, mesmo queimados, repomos tudo. Mas um bom druida poderia lhe ajudar a recuperar e se desfazer de tuas cicatrizes. *Fechava os punhos e colocava-os na cintura, curioso.* Hmm... acho que vi Ahmik... me é figura familiar * virava-se para o Sumo Sacerdote e o acenava de leve.* Agora... Namish...? *ergueu o cenho, vendo a curiosa figura ao lado do sumo sacerdote.*

Renon A Slade *IK* :Eu acompanho tua "luta" dia a dia Ahmik, sei o quanto pode ser difícil dialogar com os líderes da Inquisição... ah, isso eu sei. Mas veja que a mudança de postura da Igreja da Luz é uma forma de vermos que nossas idéias estão em coerência com o que o Império precisa. *Meneou a cabeça ao falar. Realmente está mais moderado, contido e ponderado nas palavras. Segurou a ombreira da armadura de Joshua, batendo de leve ali.* Eu passo... Agatha não acharia agradável a idéia de seu marido ter escamas, e nem eu mesmo gostaria! *Sorriu de leve, e murmurou a seguir.* E a cicatriz... bem, não é tão ruim! Na verdade deixa um ar bárbaro que com meu porte físico eu não teria nunca. Joshua, este é o Sumo-Sacerdote Imperial, Ahmik. Não o condeno por não conhecê-lo, ele está mais envolvido com a religião do que com qualquer assunto externo, e eu agradeço por isso! Ele é o responsável pela... como direi... "contenção" do ímpeto da Inquisição. E Namish... Bem, o certo é que não a conheça mesmo. Já ouviu rumores sobre "Sombras Imperiais", não ouviu? Pois é exatamente isso que ela é, uma das melhores, senão a melhor no que faz.

Namish - IK:- Mais parecidas do que imagino? *Ela sussurrou, não conseguindo imaginar onde as habilidades de ambos eram mais parecidas do que ela um dia pode ter imaginado. Os olhos que pelas frestas amareladas observaram Joshua, nunca o tinha visto também, nem mesmo em suas explorações pelo reino, e tinham sido muitas. Ela apenas o cumprimentou com um aceno de cabeça e em seguida, olhou o Imperador que lhe beijava a mão. Não estava acostumada com aquele tipo de gesto, mas nada fez além de cumprimentá-lo.* -É bom vê-lo Senhor, depois de tanto tempo.Eu diria que muito bem Sr., tenho tido experiências curiosas e interessantes, se posso dizer assim. *Dele, os olhos voltaram a Joshua e antes que pudesse responder a um ou a outro, o Imperador já tinha falado por ela.*

Ahmik Tseeru IK : - Joshua é um prazer conhecê-lo! Eu ando um pouco relapso com as demais atividades que ocorrem no Império e que eu deveria me envolver. Imperador é bom ver que está bem. E que notícias nos traz? *Ele caminhou até Joshua e ofereceu a mão, ela estava escura como todos poderiam notar*

Joshua S. §IK§: Seria uma imagem um tanto interessante te ver escamado, imagino que fora de combate, realmente seja algo desagradável, principalmente para o toque da Imperatriz. Aliás, falando nesta, como ela está? *Virou-se para Namish por completo dessa vez e a reverenciou cordialmente. Seus olhos azulados de maneira sobrenatural a olhavam com simplicidade.* Creio que ouvi pouco. Mas desde que entrei, este título esteve ecoando algumas vezes já. Me parece interessante e me desperta a curiosidade de tuas habilidades. *Ereto com o corpo, mostrava sinceridade em suas palavras. Por fim cumprimentou num aperto de mão forte em Ahmik.* Prazer Ahmik. Imagino que seja um tanto dificultoso resolver diplomaticamente estas relações. Desejo-lhe sorte nesta busca que me pouco dá paciência se estivesse em tua posição. *cumprimentou o sacerdote, sacudindo a mão para cima e para baixo e depois se soltou. Pelas atitudes, mais parecia que ele era algum guerreiro.*

Namish - IK: *Namish virou-se para Joshua. Ela lhe estendeu a mão, para cumprimentá-lo como Ahmik havia feito.* -É um prazer conhecê-lo Joshua. O Imperador tem seus exageros, mas parte do que ele diz pode ser verdade. Aliás, não me lembro de tê-lo visto antes por aqui, ou de já termos sido apresentados. *Ela falou calmamente, olhando-o.*

Joshua S. §IK§: *Apanhou a mão de Namish e de maneira mais delicada, beijou-a* Exageros ou não, ele é um pouco exigente com quem se aproxima mais. E creio que eu seja o mais recente a se juntar aos ranks daqui. Embora... eu tenha presenciado a criação dos IKs, na época de Zenon. *sorriu de leve*


Renon A Slade *IK* : São tempos plácidos, meu caro Ahmik. Os reinos estão indo muito bem, não há ameaças que não tenham sido suprimidas ou rechaçadas com total êxito. Até mesmo as Sombras de Apocalypse tiveram derrotas significativas, desaparecendo no subsolo como ratos covardes que são. As fronteiras estão seguras, mais fortes do que nunca para dizer a verdade. Joshua mantém nossas defesas aqui e a Inquisição modera relações externas de acordo com a as decisões do alto Conselho Terâniano. *Falava tudo aquilo com satisfação, orgulhoso do trabalho que era feito.* A Política externa vai muito bem, excelentes acordos são forjados, o povo está feliz... Fora detalhes de não termos muitas notícias de nossos vizinhos mais próximos, como Lagus e a Cidadela, a participação de vocês tem sido fundamental... *Virou-se para Namish ao escutá-la.* Não seja modesta, Namish. Alias, fico feliz por vê-la novamente ao lado de Ahmik... Certamente ele precisa ser salvo de algumas reuniões mais exaltadas que tem enfrentado. Agatha está muito bem, Joshua, obrigado por perguntar. Mais ocupada do que nunca com essa interação da Inquisição com o alto Conselho, mas não vejo-a reclamando disto. Claro que cuidar de meus dois filhos ainda é a tarefa mais difícil que ela tem pela frente... Arthur e Roland crescem a olhos vistos... Mas, eu solicitei a presença de vocês porque tenho algo a anunciar, algo importante, e que eu gostaria de discutir com todos. *Pigarreou antes de continuar a falar.* Queria falar com vocês sobre o futuro do Império, os caminhos que estamos tomando, e o principal: O Futuro dos Cavaleiros Imperiais. *Havia ouvido o nome do próprio avô, e achou oportuno aquilo...* Zenon, o fundador do grupo, antes de ser um combatente era um regente. Dedicado a seu povo. Eu... começo a entender isso agora. Entender que o Império depende mais de minhas ações de cunho políticos do que de minhas ações "combativas"...

Ahmik Tseeru IK : - O futuro?! Um assunto difícil, Imperador. *Ahmik observou o Imperador, esperava que ele prosseguisse*

Namish - IK: *Namish olhou Joshua enquanto ele lhe beijava a mão. Ela assentiu levemente.* -Ele tem de ser exigente não é? Se quiser que o Império continue caminhando..*Dele, atenção voltou ao Imperador ao ouvi-lo começar a falar. O silêncio era do que ela precisava para ouvi-lo e por isso se calou, acostumada a comportar-se sob ordens rigorosas. Ela olhou Ahmik por alguns segundos, tinha com ele uma ligação maior do que com qualquer outro, mesmo que ele não se recordasse. Não imaginava de que tipo de reuniões ele precisava ser salvo, mas se de fato precisasse, porque mais que ela negasse, no fundo ele seria salvo. Os olhos voltaram ao Imperador, silencioso e atentos.*

Joshua S. §IK: *Assentiu a Namish com um leve meneio. Sorriu ao ouvir sobre Agatha e cruzou os braços.* A cidadela tem se mostrado difícil de se comunicar. Cada dia sinto que os Justiceiros possuem medo das próprias sombras. Os que acompanham Voltaire viraram nada mais que peões nas mãos de um enxadrista que sacrifica suas peças para atingir suas metas. Sim, em real, no começo depende sim de ações combativas... É um assunto difícil que requer flexibilidade, paciência. E também porque é difícil enxergar o futuro, sempre... todo embaçado. Mas o que queres falar sobre os próximos passos adiante?

Renon A Slade *IK*: Sim Ahmik, o futuro. A maior habilidade de um líder é de poder antecipar os passos dos eventos que se desdobram a sua frente. Talvez eu tenha essa capacidade, eu acredito nisso. Eu consigo ter uma visão ampla do quadro hoje, porque estou vendo as coisas acontecerem do lado de fora dos eventos. Mas, ao mesmo tempo, não posso me desligar da parte "combatente" e deixar um vácuo no comando. *Caminhou para se afastar um pouco deles, observando a cidade dali.* Como meu pai um dia teve que escolher, e antes dele meu avô também escolheu, eu me vejo prestes a tomar uma decisão importante. Na verdade a decisão já foi tomada, apenas é necessário formalizá-la. *Encarou-os, um a um ali.* Eu estou comunicando informalmente que... após aconselhado por sábios e considerando a prosperidade que nós conseguimos aqui... eu passarei adiante a liderança de campo dos Cavaleiros Imperiais para poder me dedicar totalmente as funções de Imperador...

Namish - IK : - E quem pretende colocar em seu lugar Senhor? *Namish foi direta. A confiança era o maior de seus defeitos. Poucos eram aqueles em que ela confiava de fato. Renon mesmo após aquele tempo, não tinha a total confiança da moça.*

Joshua S. §IK§ : *Manteve os braços cruzados e permaneceu ouvindo Renon, o cenho um pouco franzido.*

Renon A Slade *IK*: Pretendo escolher o mais capaz entre os Cavaleiros Imperiais. Aquele que tem a sabedoria para agir, a força para combater e a inteligência para liderar pela capacidade de incutir inspiração, coragem e honra em seus comandados. E eu tenho em mente exatamente como isso pode ser apontado... *Voltou a se aproximar deles.* Iremos promover uma competição, não uma arena de combate, não. Uma competição que irá testar os candidatos. Ao vencedor, o comando em campo dos Cavaleiros Imperiais. Será o líder de operações, comandante das tropas em ação, meu braço direito em nossa cruzada pela justiça. É óbvio que apenas militares Imperiais poderão participar desta competição. A Inquisição também será excluída da disputa, pois sua esfera de atuação não é a de combater, bom, ao menos não primordialmente. Peço que vocês comecem a espalhar a notícia, devemos aproveitar o tempo de calmaria para reunir nossas melhores tropas em um só lugar para promover esta saudável disputa. Estes são os motivos, caro Ahmik. Que o Império não sofra devido à impulsividade de um Imperador-Guerreiro, e que haja um governante, não um visitante usando uma coroa! *Sorriu, observando as expressões deles.* Os Cavaleiros Imperiais também precisam de um líder de ação que possa combater sem estar preocupado com a reunião com líderes estrangeiros que vai atrasar porque ele tem que combater a besta dos nove infernos que solta fogo pela boca e pinga veneno pelas presas...

Ahmik Tseeru IK : - Compreendo! *Sorriu de modo gentil ao Imperador* - É certo que foi uma boa decisão!

Joshua S. §IK§ : - Hmmm... a ideia me é interessante, mas não acho que seja a melhor maneira de escolher o representante. Conte-me fora desta, Imperador. Afinal, já tenho essa função em Uris também. Mas claro, espalharei as notícias. *reverenciou de leve.*

Namish - IK : *Namish apenas assentiu, mas para ela, os motivos eram óbvios como Imperador bem sabia. Não servia e não desejava liderar multidões, ela movia-se as escondidas, de preferência sempre sozinha ou com pequenos grupos.* -Vou espalhar a noticia Senhor.. e esperar que o melhor vença.

Zzrill •IK• *E Então ele, que estava envolto em um manto de trevas e escondido do sol ergue sua voz. A voz seria reconhecida por pelo menos uma pessoa ali * Desculpe-me me manter escondido, Alteza. Como sou um ser de trevas, a luz me aflige. Mas eu serei seu mensageiro e que todo aquele que portar as Insígnias Imperiais saberá deste fato. Alteza. *Algo no canto mais escuro da sala, bruxuleava num manto ainda mais escuro. era Zzrill, o drow renegado *

Renon A Slade *IK* Imaginei que alguém iria me surpreender! *Riu com a surpresa de ouvir Zzrill ali.* Espero que tenha ouvido as palavras que disse desde o início, Zzrill. E Joshua.. entendo que não deseje este fardo, afinal é uma posição que exige dedicação extrema, tempo e capacidade... *O que queria dizer? Talvez uma clara "espetada" no ego draconiano, que sabia ser uma das vantagens para atiçar dragões?.* É bom rever todos vocês.... mesmo os escondidos... *Virou-se para cumprimentar Zzrill nessa hora.* Agora eu devo partir, há uma reunião para decidir sobre o fechamento da cidade sede da inquisição aos estrangeiros sob alegação que "eles podem corromper a sede do poder da Luz Sagrada..." *Girou os olhos nas órbitas nessa hora.* Vai entender...

Joshua S. §IK§ : - Boa tentativa Renon. Mas realmente não almejo este cargo. Isto na verdade deveria ser escolhido por você diretamente. Mas não estou aqui para dizer como o que deves fazer, Renon. Tenho minha posição e gosto muito bem dela aqui dentro. Fora, tenho outra e também amo ao que faço. Considere as notícias espalhadasss... *acenava de leve para Renon*

Zzrill •IK• : *Um sorriso rasgado surgiu na sombra que se ocultava * Reconheço-o como uma pessoa de liderança, Imperador. Que a benção dos antigos bons deuses de minha maléfica antiga morada te abençoem. * E sobre a tal inquisição... Eu vi um deles, acho. Uma mulher de cabelos brancos e olhos inquisitivos. Mas fui ligeiro o suficiente para que ELA não me visse. Ainda assim acho-os perigosos de se cruzar o caminho.. * Um brilho fraco surgiu na sombra, uma luminosidade azulada em forma de cruz * E Dragão... cuide de sua morada no deserto. Megiddo está próxima demais dela...

Ahmik Tseeru IK : - Será um evento de extrema importância, haja vista será um evento de testar a todos. Uma pena que nem todos irão participar! *Ahmik acenou para o Imperador* - Tenha uma boa reunião, espalharemos a notícia!

Joshua S. §IK§ : - Todos os dias, incansavelmente, elfo. *Sorriu confiante.*

Zzrill •IK• : - Mas nunca se sabe o que pode surgir de lá. *Torceu um pedaço de sombra que parecia encarar o dragão * Mas confio em tua força.

Namish - IK : *Namish calou-se, em suas poucas palavras, julgou que já tinha dito o suficiente, sem bajulação, bordados ou exageros. Disse apenas o que achou necessário ser dito e cruzou os braços, esperando apenas.*
avatar
Imperador Renon
Admin
Admin

Mensagens : 394
Data de inscrição : 22/06/2010
Idade : 37
Localização : Nova Terânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum