Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Ir em baixo

Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Sieg Hart em Seg 11 Mar 2013, 13:16

[Categoria: Esporádico]

[Resumo: Sieg Hart chama Lei para sua sala na Biblioteca Imperial. Sieg mostra um orbe que encontrou no território teraniano contendo uma mensagem do Justiceiro Sagrado Vlad Kain. Tudo indica que Vlad gravou a mensagem à beira da morte. A única pista que possuem é a ligação de Vlad com um dos 70 Mortos-Vivos de Lysergik.

Lei e Sieg correm até a cela onde Jason Lee Keylosh está detido, pois ele é o único que pode sentir e rastrear estas criaturas, apenas para descobrir que o jovem havia fugido.]






[Apenas um prólogo pessoas, outros jogadores não foram convidados porque será algo extremamente rápido, mas válido de ser postado aqui pelo que pode estar por vir...]

"Por alguma razão, este mundo é diferente, esta realidade é diferente. Alguma coisa me mantém aqui, alguma coisa faz com que eu questione essa "vontade" que todos seus habitantes parecem ter dentro de si, uma determinação sem fim e dedicação as suas causas. Talvez exatamente o fato de eu desconhecer o que é me mantém aqui, ou acabei mais uma vez deixando de lado meus princípíos e me envolvi nessa realidade que mesmo tão igual, parece tão diferente."

Sieg permanecia em silêncio rabiscando em velocidade os acontecimentos recentes, colocando essa nota no final. Na maior parte do tempo, permanecia em uma sala a parte da biblioteca que foi solicitada para quando preferia estudar de maneira mais reservada, popularmente chamada pelos outros como "seu escritório". Parou por alguns instantes olhando a folha de papel, o que o salvou de ser interrompido pelo som metálico de uma armadura, provavelmente alguém que corria pela biblioteca rumo a sua sala sendo repreendido pelos presentes, até abrir sua porta de subito.

- Senhor Sieg Hart, desculpe me intrometer mas os soldados encontraram isso nas proximidades da capital. Nenhum dos magos conseguiu descobrir do que se tratava, então eu pensei em vir até o senhor devido as suas habilidades e...Bem, você sempre parece saber de tudo!

Sieg observou o soldado entrando e o objeto em suas mãos. Ele carregava uma orbe, uma esferra carregada com energias arcanas que não chegava a ser exatamente algo incomum, mas suas propriedades sempre costumavam a variar. Levantou-se lentamente ao mesmo tempo que se aproximava do jovem diante dele.

- Deixe-me ver isto por um instante soldado Willian.

O jovem entregou a esfera, sentando-se mesmo sem ser convidado em uma cadeira diante da mesa onde estavam as anotações de Sieg. O saecrdote pegou a esfera e a observou por alguns segundos em silêncio. Sua expressou logo se alterou em uma clara expressão de dúvida, a medida que recitava palavras em voz baixa e energia arcana parecia fluir em seus olhos. Willian olhava com a curiosidade de uma criança, com seus olhos brilhando de uma maneira diferente. Após alguns instantes, Sieg interrompeu tudo aquilo, suspirando de forma carregada enquanto deixava o objeto sobre a mesa.

- Procure o Comandante Lei Keylosh e diga para vir até aqui. Se alguém tentar impedi-lo, diga que foi um pedido vindo diretamente de minha pessoa. Diga que deixei claro que Lei precisa vir até aqui, o mais rápido possível e que isso não pode esperar.

O soldado ouvia a solicitação apesar de suas dúvidas não terem sido respondidas mas achou melhor não questionar aquela ordem tão expressa do sacerdote. Saiu em velocidade dali até mesmo deixando a porta aberta e fazendo mais uma voz aquele barulho infernal para uma biblioteca, enquanto Sieg ia até a porta a fechando, voltando lentamente até sua cadeira e observando a esfera sobre esta, enquanto aguardava a chegada de Lei...

avatar
Sieg Hart
Prisioneiro(a)

Mensagens : 121
Data de inscrição : 14/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Lei Keylosh em Ter 12 Mar 2013, 15:34

Cerca de quinze minutos se passaram até que Lei aparecesse na porta do "escritório" de Sieg na biblioteca. O barbudo descansara por alguns dias desde que chegara da fatídica viagem à Firelands e, embora seu semblante estivesse descansado, as preocupações já voltavam a tomar sua face, tendo em vista todos os aspectos da segurança da Cidade Imperial que precisavam ser revistos após o último incidente.

Tinha o cabelo amarrado por trás e trajava a farda militar azul teraniana. Bateu à porta da pequena sala, apenas por educação, e entrou em seguida. Sua atenção foi imediatamente fisgada pelo orbe que residia à frente de Sieg, mas Lei achou melhor esperar pelas explicações ao invés de fazer perguntas. Ele faria um cumprimento com a cabeça ao sacerdote e se sentaria em seguida, dizendo:

- Saudações, Sieg. William nunca conseguiu entregar um recado tão rápido na vida, portanto, suponho que ele goste de você, e suponho que o assunto seja realmente importante. Mas antes de entrarmos nele, eu queria saber como você está, Sieg. Nós não conversamos depois... do que aconteceu. - O barbudo se referia à morte de Tana, naturalmente.
avatar
Lei Keylosh
Prisioneiro(a)

Mensagens : 258
Data de inscrição : 21/06/2010
Idade : 33
Localização : Cidade Imperial

http://medievaluol.wiki.zoho.com/Lei-Keylosh.html

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Sieg Hart em Ter 12 Mar 2013, 16:20

Sieg olhava para a esfera de maneira quase que hipnótica, quando pode ouvir as batidas que nem precisaram ser atendidas. Levantou-se de qualquer forma e fez a ja tradicional saudação respeitosa. Permaneceu em pé, pois ao ver dele Lei era o comandante afinal de contars, e lhe devia respeito apesar de saber que alguém como Keylosh tinha uma série de preocupações em mente para se importar com algo como "boas maneiras".

- Saudações comandante... Talvez eu seja um dos poucos a responder as constantes dúvidas dele, aparentemente por alguma razão as pessoas parecem deixar de lado minha falta de habilidades sociais e se aproximam de mim com facilidade, ambos sabemos de pelo menos outro exemplo.

Sieg voltou a abrir os olhos após a saudação caracteristica, era inevitavel um desconfortável instante de silêncio. O sacerdote sabia do que o comandante falava, da mesma forma que Lei sabia que se referia a mesma pessoa com aquele comentário. Era um impacto que ainda não havia se recuperado, talvez fosse mais duro para ele superar, talvez ainda nunca conseguiria o fazer de uma maneira completa.

- Imagino que esteja ocupado nos últimos dias, e agraço sua preocupação. Eu poderia dizer que estou "bem", como é feito por cordialidade mas...Sabemos o que aconteceu. Como guardião do tempo, sei que é necessário aceitar o rumo das coisas e não olhar para trás, mas é algo que se aplica muito bem na teoria. Você deve saber muito bem que certas coisas levam tempo, e em nossa posição a velocidade dos acontecimentos conspiram contra nós e não se importam com nosso estado.

Era uma resposta vaga e misteriosa, como era esperado. Claro que Sieg mesmo envolto em seu ar de mistério tradicional era dificil de se julgar, mas como o próprio lLei ja havia observado, a lembrança de Tana parecia torna-lo mais humano, mesmo que ele se esforçasse em não parecer abatido. Sieg voltou a atenção a orbe sobre a mesa e pegou em uma das mãos, voltando a razão.

- Na verdade, eu ao menos acredito que seja. Esse objeto foi encontrado nas proximidades da capital. É bastante semelhante a orbe que recebemos e nos levou a Firelands, mas existe uma diferença distinta: O encantamento nela é extremamente complexo. Eu sequer compreendo como foi feito, mas a "mensagem" que está nela esta ligada a uma poderosa magia de detecção, sendo que somente fui capaz de verificar isto por conhecer a pessoa a quem a mensagem esta direcionada.

Sieg logo deixou claro, extendendo a orbe na direção de Lei.

- Eu não fui capaz de ver o conteúdo, mas posso afirmar que ela não representa nenhum tipo de perigo ou possui qualquer outro efeito. Seja o que for é realmente importante, jamais vi tanto cuidado em uma mensagem, ela será revelada uma vez que seu destinatário a tenha em mãos.

Ficou novamente em silêncio aguardando Lei. Estava curioso de certa forma, e o comandante ciente ou não era a única pessoa que poderia ajuda-lo na resolução daquele mistério, e de quem estava por trás daquela mensagem...
avatar
Sieg Hart
Prisioneiro(a)

Mensagens : 121
Data de inscrição : 14/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Lei Keylosh em Ter 12 Mar 2013, 18:51

Quanto à resposta de Sieg, Lei fez um afirmativo com a cabeça. O sacerdote do tempo estava certíssimo. A máxima "Aceitar o rumo das coisas e não olhar para trás" foi inventada por quem nunca precisou olhar para trás. E no caso daqueles dois Imperiais, havia muito a se olhar para trás. Mas não agora.

Lei demorou alguns segundos para entender que ele era o destino da mensagem. Abriu mais os olhos, surpreso, e chegou a ficar ereto na cadeira, já que estava recostado de forma tranquila. O barbudo esfregou a ponta dos dedos no polegar das mãos, como uma criança preste a abrir um presente. Em seguida ele hesitou e coçou a barba, dizendo:

- Sabemos o que aconteceu na última vez em que vimos uma mensagem assim. Mas é impossível ignorar, não é mesmo? Acho que no fundo não temos escolha.

Lei então tocou o orbe com as duas mãos, esperando para ver o que acontecia.
avatar
Lei Keylosh
Prisioneiro(a)

Mensagens : 258
Data de inscrição : 21/06/2010
Idade : 33
Localização : Cidade Imperial

http://medievaluol.wiki.zoho.com/Lei-Keylosh.html

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Sieg Hart em Qua 13 Mar 2013, 09:02

Precisamente, eles não tinham escolha se desejavam saber do que se tratava.Sieg concordou com um sorriso discreto com o canto dos lábios. Um sorriso de Sieg? Talvez tivesse sido apenas impressão, uma vez que quando Lei percebeu, esse ja tinha desaparecido do rosto do sacerdote. Deixou a orbe nas mãos de Lei, ficando em pé olhando para a mesma.

Ao encostar no objeto, nada aconteceu. Lei começava a pensar que havia feito algo de errado, quando a esfera brilhou por um segundo, e foi como se algo na esfera invadisse seus pensamentos, em uma sensação rapida que só podia ser explicada como uma "varredura" mental. Não era algo desconfortavel apesar de estranho, mas logo interrompeu-se como se ele ouvisse o próprio nome em sua mente. A orbe encontrou a informação que desejava e acionou-se em seguida. Sieg voltou-se para o espaço atras de ambos, onde imagens começavam a surgir...

Era difícil identificar qualquer coisa. Tudo que Lei conseguia "ver" era um vulto humanoide que parecia apoiado no que provavelmente era uma arvore, uma parede ou qualquer coisa assim. O cenário noturno tornava a visibilidade absurdamente nula, e como não estavam no local para se adaptar a aquilo, era como acordar em uma sala escura. Logo entretanto, algo podia ser ouvido.

- Lei...Lamento não estar em melhor estado. Se a situação fosse diferente e acabassemos nos encontrando eu lhe pagaria uma bebida ou algo do tipo. Parece o mais apropriado com o nosso histórico, uma bebida antes de uma briga?

A voz masculina soava familiar, mas depois de tantos anos conhecendo pessoas era difícil recordar de todas. Após o último comentario, o misterioso emissor da mensagem ria, mas a risada logo se transforma em uma tosse pesada, a qual o próprio imperial que ja havia se envolvido em tantas lutas sabia a causa: Algum ferimento interno enchia os seus pulmões de sangue, um cenário nada bom, o narrador logo prosseguia.

- Eventos sempre dificultaram nossos encontros, de forma que não somos a primeira opção de "contato" um do outro, mas as vezes a situação nos obriga, e dessa vez as circunstâncias também são de seu interesse, já que se trata de uma ameaça comum. Como pode ver...

A voz parecia interromper a narrativa por um segundo.

- "Ver"... Acabei esquecendo que esta floresta esta escura demais para reconhecer qualquer coisa não é? Bom...Vamos ver se consigo conjurar uma última magia. Por favor não pareça muito surpreso.

Uma luminosidade surgia próximo da figura na forma de uma pequena esfera de luz revelando o cenário, não demoraria mais do que uma fração de segundo para que Lei soubesse quem estava ali diante dele, ou ao menos na forma de uma mensagem e coberto de ferimentos, com aquele sorriso irritante e caracteristico que sempre parecia presente, apesar que desta vez logo desaparecia do rosto do elfo enquanto o sangue escorria pelos seus lábios.

- Aqui é Vlad Kain, e quando receber essa mensagem Lei, já estarei morto.
avatar
Sieg Hart
Prisioneiro(a)

Mensagens : 121
Data de inscrição : 14/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Lei Keylosh em Qui 14 Mar 2013, 10:54

Até a magia de luz ser conjurada, aquele homem poderia ser qualquer pessoa que Lei encontrara durante os anos. Depois da revelação e da frase de Vlad, Lei arregalou os olhos, perplexo. Seria a última pessoa que esperava ver novamente, mesmo através da magia de um orbe. Havia perdido contato totalmente com o elfo após o incidente com Minami em Warjillis. A amizade entre eles se abalara com aquele episódio, mas, no fundo, ambos sabiam que poderiam contar um com o outro em uma emergência. E aquele parecia ser o caso. Como que adiantando alguma possível pergunta de Sieg, Lei disse:

- Vlad é... ou era um Justiceiro Sagrado. De todos naquela Cidadela, era com ele que eu tinha melhores relações quando fiz parte da Ordem. - Diria aquilo rapidamente, já que voltaria a fazer silêncio em seguida, esperando pela continuação da mensagem para descobrir o motivo da mesma.
avatar
Lei Keylosh
Prisioneiro(a)

Mensagens : 258
Data de inscrição : 21/06/2010
Idade : 33
Localização : Cidade Imperial

http://medievaluol.wiki.zoho.com/Lei-Keylosh.html

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Sieg Hart em Seg 18 Mar 2013, 13:45

Certamente Lei respondia qualquer sinal de dúvida no rosto de Sieg, a medida que este direcionava um olhar para o comandante ouvindo sem interromper. Após alguns instantes que pareciam ser deixados para que o próprio elfo encontrasse forças para concluir seu relato, muitas perguntas podiam surgir na cabeça de Lei. O que era aquilo afinal de contas? Porque Vlad tinha encaminhado aquela mensagem a ele? Morto? Mas porque ele havia dito que Lei estava envolvido?

Antes que concluisse seus pensamentos, a mensagem seguiria.

- Certo, eu exagerei. Não vai ser desta vez Lei, relaxe um pouco e não cave um túmulo ainda.

O elfo ria mais uma vez, Lei sabia que Vlad conseguia manter o humor em boa parte do tempo.

- Mas devo admitir que foi perto. Acho que o grande problema de pessoas como nós é que nossas habilidades evoluem de uma forma que acabamos por descartar os perigos que encontramos. Mas você deve saber disso melhor que eu, ja que eu estava em seu "enterro", a imagem de sua cabeça ainda me da arrepios.

A memória da morte de Lei antes de ir para os imperiais não era exatamente um mistério e talvez também uma lembrança pouco agradável, como tantas outras que deveriam ser "deixadas para trás", mas nunca eram. Vlad logo prosseguia.

- Estou... fugindo do assunto. Lei, imagino que deva se lembrar da vez em que eu, Malak, você e Jason acabamos detendo os 70 mortos vivos. Se bem se recorda, Malak ganhou o controle de um deles da mesma forma que eu. E como ja comandou os mesmos, deve saber que um simbolo aparece no braço daquele que assume o papel de seu "mestre".

Vlad parecia fazer um esforço doloroso apenas naquela movimentação, tirando o bracelete que usava em um dos braços para mostrar a tatuagem que ali estava, contudo, o resultado era diferente do que o esperado. A marca havia completamente desaparecido, como se jamais estivesse ali.

- Sophismatta...Ele não esta mais sob meu comando Lei, ele tem um novo mestre. Alguém...Não Jason, alguém que desconhecemos me atacou, ele era um adversário formidável. Quando acordei ainda estava vivo..Ou quase, e a marca havia desaparecido. Não sei exatamente como...Mas esse foi o objetivo dele, o controle desse morto vivo...

O elfo tossia mais uma vez, e mais sangue parecia sair de sua boca. Ele rapidamente levava a mão até a altura do rosto, retomando o que lhe restava de folego antes de prosseguir.

- Sei que as coisas nunca foram exatamente um mar de rosas entre nós, ja trocamos palavras duras, ameaças, acusações mas...Não vamos deixar isso ficar no caminho. Temos algo pela frente, e nunca fui do tipo que o ego demandava resolver tudo sozinho. Não sei ao certo se Jason tem participação nisso, mas achei que deveria falar para você por razões óbvias. Tudo que não precisamos é alguem com o controle sobre um exército de mortos vivos.Além disso, a própria Malak pode estar em perigo. Vou ter que deixar isso a seu cargo... Como ve eu não estou em condições de muita coisa...

Vlad fechou os olhos e levantou-se lentamente, escorando-se na árvore para auxilia-lo. Mais ferimentos eram visíveis, em especial um na altura do peito que deixava suas roupas quase que completamente cobertas de sangue, um dos braços estava junto ao corpo tentar conter inutilmente o sangramento, enquanto o outro segurava a espada em descanso. Ele ria mais uma vez enquanto abria os olhos, parecendo olhar em outra direção, com o pensamento distante.

- Eu nunca...Cheguei a me desculpar pelo que aconteceu em Warjillis certo? Sera que... Faz a minima diferença no final das contas? Lembro que dias depois... Me perguntou o que eu faria caso estivessemos em posições opostas. Eu menti Lei, faria a mesma coisa...Sempre achei que eramos parecidos, pena que os eventos sempre parecem nos colocar em lados opostos. Não exatamente aliados mas de forma alguma inimigos? Sempre achei uma boa definição..

Vlad tossia mais uma vez, dessa vez de forma curta, com a voz e expressão mostrando desgaste, a espada escapava da sua mão e ele parecia cambalear, escorando as costas na arvore que impedia sua queda direta ao chão, falando ja quase sem forças.

- Mas eu realmente lamento. É uma pena que não posso...

Vlad parecia perder a consciência, e a imagem desaparecia instantes depois.
avatar
Sieg Hart
Prisioneiro(a)

Mensagens : 121
Data de inscrição : 14/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Lei Keylosh em Seg 18 Mar 2013, 14:20

O humor de Vlad na mensagem não afetou Lei. Ele estava preocupado demais para se distrair. Ouviu toda a mensagem com atenção, fazendo alguns negativos com a cabeça quando os 70 mortos-vivos foram mencionados. Assim que Vlad ficou inconsciente e a imagem sumiu, Lei se levantou bruscamente, apoiando as mãos na mesa, fitando Sieg:

- Sieg! Há como rastrear a mensagem no orbe e descobrir onde ela foi feita?! Ou analisar o objeto mais profundamente para descobrir se há alguma indicação de local?! Precisamos descobrir onde Vlad Kain está e rápido, a vida dele corre perigo!
avatar
Lei Keylosh
Prisioneiro(a)

Mensagens : 258
Data de inscrição : 21/06/2010
Idade : 33
Localização : Cidade Imperial

http://medievaluol.wiki.zoho.com/Lei-Keylosh.html

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Sieg Hart em Ter 19 Mar 2013, 07:56

Sieg piscava os olhos lentamente, em uma reação calma ao contrário daquela de Lei. Compreendia, mas tinham comportamentos diferentes. Entretanto era claro que Sieg estava se esforçando em encontrar possibilidades, e no instante que Lei pensava que seria melhor sacudir os braços do sacerdote e repetir, este fazia um "positivo" com a cabeça antes de falar.

- Iria solicitar que deixasse a orbe comigo exatamente para isso. Posso fazer alguns rastreamentos, detecções e advinhações mágicas que me deem algum sinal de quando e onde essa mensagem foi gravada, mas sabe tanto quanto eu que isso vai levar algum tempo.

Se Lei não impedisse, Sieg novamente iria segurar a orbe e a olharia por alguns instantes voltando até a sua mesa e pegando alguns pergaminhos embaixo dela. Antes de sentar-se contudo, deteve-se por um instante para fazer um comentário breve ao comandante olhando na direção do mesmo.

- Comandante,tendo em vista a sua preocupação eu gostaria de lhe destacar algo que ja deve ter percebido: A mensagem se interrompeu de uma maneira brusca de forma que sequer pode ser repetida. E isso parecer ter ocorrido a alguns dias, talvez uma semana. Não desconsidero sua preocupação... Mas o Justiceiro Imperial Vlad Kain não tinha como objetivo um "resgate". Farei todo possível, mas seria importante direcionar certa atenção ao aviso dele.

Mais uma vez ficava em silêncio aguardando o comandante. Achava que pelo visto o Justiceiro não estava errado em acreditar que poderia contar com Lei em horas de dificuldade, mas precisaria de tempo para descobrir maiores detalhes verificando o item. Aguardava o comandante no que acreditava ser as últimas considerações, ja que ambos sabiam que uma analise completa envolvia rituais um tanto longos e complexos.
avatar
Sieg Hart
Prisioneiro(a)

Mensagens : 121
Data de inscrição : 14/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Lei Keylosh em Qui 21 Mar 2013, 16:26

Sieg estava certo. Mesmo que descobrissem onde a mensagem foi feita, isto não significava que encontrariam Vlad lá. A pista estaria muito fria a esta altura. A última frase de Sieg ficou na cabeça de Lei: "...seria importante direcionar certa atenção ao aviso dele." Uma ideia tomou os olhos de Lei subitamente e ele disse:

- Você está certo, Sieg! Precisamos pensar pelo outro lado. Vlad disse que alguém tomou o morto-vivo Sophismatta para si. Se conseguirmos rastrear este morto-vivo, então encontraremos aquele que atacou Vlad. E há apenas uma pessoa atualmente que pode sentir e rastrear todos aqueles 70 mortos-vivos: Meu filho Jason. Ele está preso aqui na Cidade Imperial. Precisamos vê-lo!

Poderia ser uma boa ideia, mas havia um detalhe. Caso Sieg acompanhasse Lei até o local onde Jason era retido, descobriria que o lugar havia sido completamente destruído na última invasão pelas criaturas negras do Cavaleiro da Peste. Jason estava em uma cela especial, pois aguardava julgamento do então Imperador Renon, que decidiria se o rapaz iria para a prisão de segurança máxima Oblivion. Jason fugiu durante a invasão, aproveitando todo o caos que atingiu a cidade dias atrás.

Caso Sieg não tivesse nenhuma outra solução, não tinham opção a não ser continuar estudando o orbe ou esperar mais notícias de Vlad. Lei se esqueceu de reparar se havia o brasão dos Justiceiros Sagrados nos trajes do elfo na mensagem.
avatar
Lei Keylosh
Prisioneiro(a)

Mensagens : 258
Data de inscrição : 21/06/2010
Idade : 33
Localização : Cidade Imperial

http://medievaluol.wiki.zoho.com/Lei-Keylosh.html

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Sieg Hart em Sex 22 Mar 2013, 07:27

Sieg dificilmente parecia surpreso,e mais dicilmente ainda demonstrava essa surpresa. Entretanto, enquanto ouvia as palavras de Lei sua reação foi de completo espanto, de forma que até mesmo sua movimentação enquanto se levantava parecia um tanto atrapalhada devido ao impacto das informações que acabavam de ser reveladas.

- Jason...Esta na cidade imperial? Sim, eu irei acompanha-lo.

O sacerdote parecia extremamente interessado, talvez o mais interessado que Lei ja havia o visto com relação a qualquer coisa em ir de encontro ao infame lider da sociedade Negra. Entretanto, ao constatar os fatos, apenas respirou fundo e balançou a cabeça negativamente, lamentando de olhos fechados. Antes de retornar ao seu escritório, dirigiu-se a Lei uma última vez.

- Pelo visto não nos restam opções. Irei fazer todo tipo de varredura mágica no objeto em busca de maiores informações comandante, e caso encontre qualquer dado relevante farei com que seja informado o mais rápido possível.

Sieg se despediria e retornaria aos seus aposentos, de forma a estudar melhor a esfera pelos próximos dias, enquanto buscava maiores detalhes a respeito do que realmente estava prestes a acontecer...Precisavam ao menos desta vez estarem prontos.

[Encerrado...Por hora]
avatar
Sieg Hart
Prisioneiro(a)

Mensagens : 121
Data de inscrição : 14/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras do Passado - Sieg & Lei (Encerrado)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum