Enquanto isso, em Firelands... Malak e Seeje (Encerrado)

Ir em baixo

Enquanto isso, em Firelands... Malak e Seeje (Encerrado)

Mensagem por Admin em Qui 14 Mar 2013, 22:38

[Categoria: Esporádico]

[Resumo: A campeã de Firelands Malak Nawar e seu braço-direito Seeje conversam sobre os eventos da última aventura em Firelands. Malak planeja destronar Pyron, mas não sabe exatamente como fazer isto.]






Seeje
*E a reconstrução do castelo da campeã continuava. Levaria meses, mesmo com a ajuda dos conjuradores, além do posto militar que teria de ser refeito do zero. A parte da vila que foi dizimada também era reconstruída com a ajuda de novos recrutas que chegavam de várias partes de Firelands. Seeje ajudava em tudo que podia, mas focava em organizar o novo contingente do exército. Todos os dias ele passava em frente à cabeça de Domo e o olhava com ódio, quase como um ritual diário. Todas as decisões que não poderia tomar sozinho, ele levava para Malak e seguia estritamente as ordens dela. Em uma destas reuniões com ela, ele trouxe alguns assuntos peculiares.*

Malak
*Amargurava diariamente o fracasso relativo frente a Domo e seus planos. O castelo, centenas de soldados, a vila, todos os prejuízos e ainda pior, a morte da Gaisra. Não havia sido justo e Malak nem mesmo sabia como Domo havia conseguido armar isso. Ajudava no que era possível e quando era possível, sempre que não se ocupava com decisões e problemas. Malak estava sentada em uma sala de uma moradia quase improvisada enquanto o castelo era reconstruído.* 

Seeje
*Seeje começou a falar então, trazendo um bando de papéis consigo e colocando sobre a mesa próxima.* Os operários vasculharam o subterrâneo do castelo, abaixo da câmara da gaisra. Encontraram uma série de túneis que provavelmente levaram meses para serem escavados. Os túneis dão em uma cratera há quilômetros daqui, onde Domo Halosis mantinha sua operação. Os conjuradores disseram que ele provavelmente usava a energia que absorvia do solo para camuflar sua presença. Foi assim que ele sabotou o subterrâneo do castelo e do posto militar. *Seeje falava sobre o incidente com mais naturalidade, pois meses haviam se passado, mas era claro que ele ainda não havia se recuperado completamente.*

Malak
*Ouviu com atenção, olhando um ou outro papel que fosse apresentado a ela. Ao final de tudo, Malak recostou-se melhor e suspirou profundamente. Estava ainda irritada com tantas falhas.* Como deixamos passar tudo isso, Seeje… Onde estavam todos, como as outras tropas de Firelands não perceberam uma cratera com atividades estranhas? Precisarei falar com Lord Pyron, essa falha custou muito caro. Muito caro. 

Seeje
Concordo que houve falha, Senhora, mas se nem mesmo Lorde Pyron, que teoricamente sabe de tudo que acontece em Firelands com seu poder, não conseguiu detectar esta ameaça, nós nunca conseguiríamos. Meu palpite é de que Domo foi ajudado pelo próprio Apocalipse. Havia uma força estrondosa por trás dele, sem dúvida. *Fez uma pausa e lembrou-se de algo.* Por falar em Lorde Pyron... há uma coisa que deve ser esclarecida. Eu tenho visto os soldados que vieram de longe e juraram fidelidade a vc utilizando banners com o símbolo dos campeões. Eles não estão mais utilizando o símbolo de Lorde Pyron. *Seeje apoiou os punhos fechados sobre a mesa, ainda em pé, fitando Malak.* Lorde Pyron ficaria... extremamente descontente se visse isto.

Malak
*Bufou outra vez, concordando silenciosamente com o raciocínio de Seeje. De fato, se nem Lord Pyron havia detectado, quem mais conseguiria?* O Apocalipse era uma das preocupações do Império. E parece que também será uma preocupação nossa a partir de agora.*Arqueou as sobrancelhas ao ouvir aquela "observação" sobre os novos soldados.* Hm. Ficaria? Certamente já está. Isso já deve ter sido avisado a ele… Mas está tudo bem. Já passou o tempo de Lord Pyron. Penso muito nisso desde esse incidente com o Apocalipse. Ele não se mobilizou, não fez nada por nossas perdas.

Seeje
*Seeje se virou, ficando de costas para Malak e observando o movimento lá fora através da janela da sala. Então ele virou apenas a cabeça, os cabelos de cor flamejante balançando por cima da camisa branca que usava, estava sem a armadura.* Alguns entre as fileiras estão dizendo que... vc deveria ser a nova regente de Firelands. *E fez um silêncio, como que perguntando o que Malak achava daquilo, mas no fundo ele sabia a resposta.*

Malak
*Malak permaneceu em silêncio por algum tempo, respondendo Seeje inicialmente apenas com um sorriso suave, de quem já pensava naquilo há algum tempo.* Sim. Está nos meus planos desafiá-lo muito em breve, Seeje. Não sei se serei capaz de derrotá-lo e sei o que um fracasso custaria. Mas… Que mal há, afinal? Não tenho muito a perder. Nada, eu acho. *Conseguir conversar mais abertamente com Seeje e ter sua confiança e respeito haviam sido algumas das poucas vantagens daquele episódio. Caso nada tivesse ocorrido provavelmente ele ainda a desprezaria ou sabotaria, como o atraso em entregar a chave da câmara da Gaisra.*

Seeje
A sua própria vida não é nada. *Disse Seeje, se virando e fitando Malak novamente, talvez surpreendendo a campeã.* Mas se existe alguém em Firelands que pode fazer frente à Pyron, esse alguém é vc e apenas vc, Malak. *Fez uma pausa, pensativo, e continuou.* Eu jurei fidelidade à Pyron, assim como todos que são alistados na forças flamejantes. Vc também jurou. Mas depois do que aconteceu... frente à esta ameaça maior do que Pyron e que pode acabar com todos os reinos... e para cumprir a promessa que fiz à gaisra no pedido dela com seu último suspiro... *A voz dele falhou ligeiramente na última palavra, mas voltou ao normal em seguida.* Por tudo isto, eu ficarei ao seu lado e contra Lorde Pyron. E se tivermos que morrer, então morreremos com honra e deixaremos a gaisra orgulhosa quando retornarmos para a Grande Chama.

Malak
*De fato a surpreendeu com aquela atitude. Esperaria que ele discordasse. Não achava que seria dedurada mas também não esperava apoio.* Sim, nós juramos… Mas o que recebemos em troca? Até agora, nenhum apoio, nenhuma ajuda, nada. Por uma falha, por algo que nem mesmo o regente identificcou nós perdemos soldados, a gaisra, recursos e respeito. E o que ele fez para reverter qualquer uma dessas coisas? Nada. *Levantou-se, caminhando também até a janela e parando ao seu lado.+bem recompensado. Tenho bons planos para Firelands: expansão, conquistas, alianças… Firelands não pode permanecer estagnada como está. Fitou-o por segundos, voltando a olhar as terras devastadas em seguida.* Agradeço seu apoio, Seeje, e se eu vencer você será muito bem recompensado. Tenho bons planos para Firelands: expansão, conquistas, alianças… Firelands não pode permanecer estagnada como está.

Seeje
*Ele fitou a campeã* Desde que vc continue fazendo Firelands digna da honra que sempre teve, eu a seguirei para onde for. Ao não nos ajudar, Pyron quebrou seu dever com Firelands. Muitos estão insatisfeitos com a regência dele há muito tempo. Tenho certeza de que todos a apoiarão nisto. *Voltou a olhar para a janela* Entretanto, Pyron ainda possui fidelidade da maioria do exército de Firelands, sem falar do controle direto de bestas mágicas, estruturas de defesa e da própria energia que flui pelo reino. Será extremamente difícil, ainda mais porque não terminamos de reconstruir nossas estruturas. *Fez um silêncio e depois continuou.* Há sempre a alternativa direta, entretanto. Vc poderia desafia-lo para o Combate de Fogo.

Malak
Sim. O Combate de Fogo… Foi o que imaginei. Seria estupidez usar as minhas tropas para enfrentar todo o poder que ele tem, todos esses artifícios.
Entretanto, Seeje, nunca vi Pyron em combate. Não sei de seus pontos fortes e fracos, não sei nada sobre suas estratégicas de luta. *Olhou-o outra vez, cruzando os braços após algum silêncio.* Você já viu. Tem nas suas mãos a chance de me ajudar ou me arruinar.

Seeje
Vi apenas uma vez. Foi em um Combate de Fogo e... *hesitou um pouco antes de contar o que estava prestes a contar* ...foi contra o campeão anterior. Era um elemental do fogo que foi acusado de traição por conta de boatos que percorriam o castelo. Pyron o desafiou e ele aceitou. Foi depois disto que o Lorde me entregou a chave da câmara da gaisra, para que eu guardasse até a chegada do próximo campeão. *Seeje sabia que aquilo não era nada animador, mas tratou de tentar consertar.* Com vc, entretanto, será diferente, Malak. Eu nunca senti um poder tão grande quanto o de Pyron em alguém como senti em vc. Senti desde o início, mas nunca achei que era digna. Talvez porque eu queria esta posição mais do que tudo. Minha ganância tola fez com que eu segurasse a gaisra e aconteceu o que aconteceu. *Ficou distante por um momento e depois voltou ao assunto.* Mas vc não terá o mesmo destino. Eu tenho uma ideia. Eu desafiarei Pyron para o Combate e então vc poderá ver os pontos fortes e fracos dele. Conseguirá derrota-lo em seguida.

Malak
Não. Não tem minha permissão para isso, Seeje. *Foi ríspida, direta e nada hesitante. Não admitiria que seu mestre de armas se sacrificasse. Recuou outra vez até sua poltrona e sentou-se, suspirando outra vez.* Quero que me relate o que viu desse combate. Quero detalhes. Preciso saber se é um movimento válido e em que momento devo tentar, como fazer. Não devem haver falhas em um Combate de Fogo. +
*Não o culpou ou mencionou nada sobre a falta de confiança, sobre ser ou não digna. Era passado e não interessava naquele momento.* Aliás, Seeje, o elemental se chamava Azghr

Seeje
Sim, Azghr Emberfury. Vc o conhece? *Ele a fitou, surpreso pelo fato.*

Malak
Eu o conheci na Cidade Imperial. Tivemos pouco contato, no entanto. Mas nunca disseram o que havia acontecido com ele após ter sumido.

Seeje
Pelo que ouvi na época, as acusações eram de que ele estava agindo como espião duplo para Terânia. Nunca soube se era verdade. Não faz diferença agora, ele foi destruído. Pelo menos é isso que todo o pelotão presenciou. *Seeje continuou de pé perto da janela e só depois se aproximou de Malak.* Meu Combate com Pyron não precisa ir até o final. Vc pode declarar que lutará em meu lugar e o Combate continuará como se vc lutasse representando a mim. Isto é permitido pelas leis flamejantes. Basta que eu aceite assim que vc declarar.

Malak
O comportamento dele sempre foi mais estranho. *Comentou enquanto refletia sobre a estratégia proposta pelo Mestre de Armas. Era um extremo gesto de confiança e Malak sabia disso, apreciava e honraria caso vencesse.* É uma boa 
estratégia, algo que exige muita confiança. Fico satisfeita por ter mudado sua opinião a meu respeito, cheguei a pensar que isso nunca aconteceria. Enfim, se estiver mesmo disposto, Seeje, eu aceito. Pyron cairá.

Seeje
Faço isto porque vejo vc como uma regente que carregará a honra de Firelands. E também porque fiz uma promessa à gaisra e vou cumpri-la de qualquer maneira. Com a sua liderança, talvez façamos frente à estes vermes do Apocalipse. Com Pyron, não há esperança nenhuma. *Seeje não dava o braço a torcer de que havia mudado sua opinião, mas Malak sabia que era isso. Ele apenas não iria admitir, pelo menos não por enquanto.*

Malak
Talvez? *Malak riu um pouco, tamborilando os dedos na mesa uma vez apenas.* Nós FAREMOS frente a eles. Quero todas as cabeças aqui, diante do castelo. Não estou disposta a perder nem para Pyron nem para qualquer cavaleiro. A propósito… Recebi uma carta no dia da derrota de Domo.  Peculiar, eu diria. *Retiraria a carta de uma das gavetas, estendendo-a a ele.* Veja. 

Seeje
*Seeje leu a carta e depois fez um sinal de reprovação.* Hunf. Mais um grupo maluco querendo acabar com tudo. Acabaremos com eles também. *Entregou a carta de volta.* Bem, é isto. Voltarei a organizar as tropas. Farei um relatório com tudo o que lembro da luta de Pyron, mas não será muita coisa. A luta foi muito rápida. Quando estiver pronta depois disto, então damos prosseguimento ao plano.

Malak
*Riu mais uma vez, dobrando o papel e guardando-o no mesmo local. Até que possuíam as mesmas opiniões em muitas coisas.* Vá. Estarei aqui por mais algum tempo antes de me recolher.

Seeje
Eu sei. Vc tem ficado em seu aposento pelo menos 6 horas a cada ciclo. Eu tenho... vigiado seu quarto. Eu tenho uma promessa a cumprir e nunca se sabe quando Pyron decidirá que vc é um empecilho para ele. Precisamos ficar atentos. *Ficou um tempo em silêncio, até perceber que o que dissera soou muito estranho.*

Malak
Agradeço seu cuidado, Seeje. É muito apreciado por mim. *Sorriu em agradecimento, embora percebesse que ele havia ficado um tanto sem graça.* Agora vá, Seeje. Muito ainda precisa ser feito.

Seeje
*Coçou a nuca, algo extremamente raro para o Mestre de Armas. Nem ele estava reconhecendo a si próprio. Fez uma reverência e deixaria a sala em seguida.* Sim, Senhora das Chamas. E futura regente de Firelands.

Malak
*Malak limitou-se a sorrir depois da partida do Mestre de Armas. Muita coisa estava acontecendo em tão pouco tempo e muitas revelações daquela conversa haviam sido interessantes. Malak não demoraria a voltar para seu quarto. Descansar, pensar… Muito a fazer.*

_________________
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 1205
Data de inscrição : 21/06/2010
Localização : Nova Terânia

http://novaterania.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum