Annabela, a Sensitiva

Ir em baixo

Annabela, a Sensitiva

Mensagem por Annabela em Qui 23 Maio 2013, 09:31

Nome: Annabela.
Idade: Em torno de 20 anos.
Local de nascimento: -//-
Parentes conhecidos: Nenhum. Mas considera Bark - dono de uma taverna - seu pai, pois sempre cuidou dela.
Grupo de Afiliação: Nenhum.
Ocupação: Ajudante - na taverna.

Habilidades: Curar ferimentos leves, moderados e graves; detectar magia e venenos; guindance; purificar água e comida; criar água; detectar mal e mortos-vivos; proteção contra o mal; escudo da fé; acalma emoções; encantar; 'repouso gentil'; arma espiritual; zona da verdade; circulo mágico contra o mal; remover doença e maldição; tirar surdez e cegueira; discernir mentiras; poder divino; neutralizar venenos; quebrar encantamento; dissipar mal; hallow; resistência à magia; encontrar o caminho; heal; holy word; repulsão; vidência; invocar criatura; aura sagrada; exílio da verdade.
Armas: Nenhuma.
Língua: Comum.

Cabelo: preto, longo e anelado.
Olhos: azuis.
Altura: 1,62m.
Peso: 49kg.

Com meses de idade, foi abandonada numa vila afastada, e por sorte, acolhida pelo taverneiro Bark, que mesmo com seus modos brutos, criou à menina, lhe dando uma excelente educação. Tanto que se transformou numa jovem bondosa e delicada - apesar de viver num ambiente dominado por homens, e a maioria, bem grosseiros. Nasceu cega, mas essa deficiência nunca teve um papel muito significativo em sua vida. Claro que atrapalhava em certos momentos, porém nunca foi limitada por ela. E de certa forma, esse não era o maior 'mal'. De jeito nenhum. Nascera com uma estranha capacidade, essa sim que lhe acarretava sérios problemas, e comentários maldosos ao seu respeito.
Ironicamente, podia enxergar melhor do que muitas pessoas...
Costuma ter visões de demônios, que aparecem por meio de pesadelos - e em algumas partes do dia -, além das frequentes e fortes sensações. Como nunca ninguém se quer ouviu falar sobre qualquer parente do bebê ou visto algo suspeito, afirmavam que ela possui algum tipo de relação com demônios, e que a qualquer dia, sua presença os atrairia até a vila, causando uma enorme destruição. Portanto, a evitavam. Uns por maldade, e outros por medo.
Porém, existiam aqueles que a defendiam, claro. Poucos, mas o suficiente para Annabela. Afinal, os boatos não pareciam se encaixar de forma alguma, pois era impossível acreditar que uma garota tão frágil e gentil pudesse se quer desejar o mal de alguém. E realmente não o desejava. Mesmo diante das ofensas e do tratamento frio e muitas vezes cruel, não podia culpá-los. Afinal, somente ela tinha consciência de como... realmente podia prejudicar todas aquelas pessoas. Bem no fundo... eles não estavam errados.
avatar
Annabela
Stand By
Stand By

Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/05/2013
Idade : 24
Localização : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Annabela, a Sensitiva

Mensagem por Admin em Qui 23 Maio 2013, 10:54

Relato de Lei Keylosh:

Annabela é o tipo de pessoa que tem quase tudo contra si: Ela é mulher em um mundo machista; não tem habilidades de luta em um mundo onde tudo é resolvido com a espada; Nasceu sem sua visão. Mesmo assim, ela continua superando obstáculos. É uma sobrevivente, uma vencedora, e quem conhece sua história até duvida do fato de ela ainda estar viva.

Ela tem uma habilidade que muitos chamariam de maldição: Ela pode detectar a presença de demônios e tudo o que eles produzem, como suas runas, artefatos, sua língua falada e escrita, enfim, quaisquer objetos que possuam energia demoníaca.

Por este motivo, o demônio Mizabel a capturou na tentativa de rastrear as nove armas mágicas do ser maligno Abdiel. Eu possuo uma destas armas e Mizabel montou uma estratégia para se infiltrar na Cidade Imperial e conseguir o objeto. Annabela estava acompanhada de Jaime, um rapaz que também era prisioneiro dos calabouços do demônio.

Ao me encontrarem, eles abriram o jogo e então decidimos lutar contra o demônio, pois era a única forma de libertarmos todos aqueles que eram prisioneiros da criatura. Saímos do território da cidade e Mizabel apareceu diante de nós. Jaime pulou à frente de um golpe do demônio para proteger Annabela e acabou ferido mortalmente. Eu lutei contra a criatura e ambos caímos. Coube à moça finalizar o demônio, cravando uma adaga no coração dele.

Seria uma história impressionante com qualquer pessoa e isto fica ainda mais incrível pelo fato de Annabela ser cega. Quem poderia dizer que uma garota cega e sem habilidades de combate poderia destruir um demônio e salvar a vida do comandante das tropas teranianas? Era apenas natural que eu tivesse interesse em torna-la uma Amazona Imperial.

Ela ainda está indecisa, mas acredito que acabará como uma Imperial. Seus talentos seriam muito úteis para detectar ameaças no território e proteger a vida de centenas de pessoas. Pessoas como Jaime, que foi apenas mais uma vítima de uma criatura maligna. Annabela pode impedir que mais pessoas tenham o destino de Jaime e eu darei todas as condições para que ela consiga isto.

_________________
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 1205
Data de inscrição : 21/06/2010
Localização : Nova Terânia

http://novaterania.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum