A Guerra dos Leões: (O Ataque do Enxame - Em andamento - Trama de Planaltos Ocidentais/Terânia)

Ir em baixo

A Guerra dos Leões: (O Ataque do Enxame - Em andamento - Trama de Planaltos Ocidentais/Terânia)

Mensagem por Imperador Renon em Sab 11 Jan 2014, 11:16

Objetivo do Jogo: Convidar o Imperial Zzrilldhrak para, a mando do Campeão dos Planaltos Ocidentais, Gillian Leonhart, para a participação na "Guerra dos Leões", evento que acontecerá em breve.
Objetivo Realizado? SIM. O Convite e o "Teste" foram realizados com sucesso, porém a reação a selvageria e até descontrole do Imperial trouxeram desconfiança...
Jogo terá Continuação? SIM. Mais um convite será entregue na cidade Imperial e a data do torneio será informada.


Sadira de Vandree
*Era muito tarde, ou muito cedo, dependia da criatura e dos hábitos. Para alguém do subterrâneo, ainda mais um Drow, 02:00 ou 03:00 da madrugada era um horário de atividade. Talvez estivesse na patrulha, ou em seus aposentos, não importa, naquela hora ele notaria que estava sendo observado. Por mais que procurasse, não encontraria ninguém. Até ouvir uma voz chamando-o. Uma voz feminina e sussurada* Zzrildrak? Arqueiro dos Cavaleiros Imperiais? A voz parecia ter vindo de lugar nenhum*

Zzrilldhrack Darrksin, Arqueiro Imperial
*O drow estava de patrulha, como sempre. Sendo uma das poucas criaturas noturnas no Batalhão de Arquearia, ajudava como podia na patrulha. E estava com um pulga do tamanho do Tarrasque atrás da orelha. Ele estava voltando da ronda na rua das Tavernas, se esquivando de bebuns, prostitutas e afins quando ouviu uma voz o chamar. Intrigado, caminhou até um local recluso, em uma ruela deserta e só então respondeu ao estranho chamado. * Eu sou Zzrilldhrack Darrksin. Quem é e o que deseja?

Sadira de Vandree
*De um telhado logo acima dele, e até ali indetectável estava o que parecia ser uma elfa... pele mais escurecida que o normal, muito clara para um Drow, muito escura para um elfo da superfície. Sua posição era anormalmente contorcida.* O campeão dos Planaltos Ocidentais, Gillian Leonhart, o Leão Dourado, mandou-lhe lembranças e um convite. Pode vir comigo, por favor? *


Zzrilldhrack Darrksin, Arqueiro Imperial
*Ele olhou para elfa com uma sombrancelha arqueada. Ele morreria e não veria de tudo que este mundo tinha de bizarro, e estamos falado de alguém que já topou com as mais bizarras criaturas do Abismo! E além disso, ele podia ver que ela era extremamente habilidosa na arte de se esconder. Ouvindo-a ele então desapareceu da visão dela para logo reaparecer ao lado da mesma, em uma mostra de extrema velocidade. * Oh, é mesmo. Sir Gillian tinha me convidado para visitar os Planaltos. Deixe-me ajeitar algumas coisas com o meu batalhão e deixar uma nota que estou em missão? Apreciaria que você esperasse só uns minutos... *Disse ele enquanto olhava para a elfa contorcionista. *

Sadira de Vandree
*Um lâmina lateral no braço dela se esticou, enorme, como uma grande garra, parando próxima a Zzril. Não de forma ameaçadora, apenas servindo para entregar um pergaminho onde o selo de um Leão Dourado brilhava tenuemente. Apenas o braço e a lâmina se moveram. Ela olhava para a frente, vendo a cidade.* Aceite o convite primeiro, pegando o pergaminho, por favor... *Agora ela equilibrava-se apenas e um braço, sem parecer estar sofrendo ou fazer esforço.* Detesto cidades... esse cheiro... *Farejou o ar, fazendo uma careta de enojada.* Queima minhas narinas...

Zzrilldhrack Darrksin, Arqueiro Imperial
* "Se ela consegue manter o corpo todo equilibrado nesta postura só com a força de um pulso, a força dela deve ser imensa... " Pensava ele enquanto pegava o pergaminho da garra sem se assustar ou mostrar surpresa. * Deve ser por que estamos bem próximos dos curtidores de couro. E os mesmo estão trabalhando dia e noite para fornecer matéria prima para as armaduras de couro do meu batalhão... *Disse o drow dando de ombros enquanto abria o convite. *

Sadira de Vandree
*Antes que pudesse terminar de falar, a elfa pareceu subir, em pleno ar, girando lentamente para trás enquanto falava.*
-Fazia tempo que eu não vi um outro Drow. Diga-me, tem saudades de Lolth?
*Parou, a uns poucos metros de altura... enquanto falava de Lolth a própria elfa assumiu uma posta estranha, ainda em pleno ar, como se fosse uma aranha sobre sua teia. O som das lâminas em seus braços, abrindo-se uma a uma era percebido por Zzrill.*
-Estas cidades me lembram Menzoberranzan... e eu detestava Menzoberranzan.
*O pergaminho nas mãos de Zzrill tinha o desenho de uma ampulheta... e o desenho... esta se movendo, como que contando a passagem de tempo... parecia contar UM MINUTO... Não havia mais nada.*
-Sou Sadira da casa de Vandree... Você tem um minuto...
*O som das lâminas cortando o ar e voando para cima do elfo foi ouvido, e o brilho prateado de duas delas foi visto indo em direção a Zzrill. Sadira as arremessou enquanto subiu no ar, como que escalando o os ventos, em movimentos parecidos com o de uma aranha movendo-se em uma teia...*

Zzrilldhrack Darrksin, Arqueiro Imperial
*Estranhou as ações da elfa até que a forma que ela imitou no ar lhe refrescou a memória. Menzoberrazan era uma outra cidade drow, não muito longe de Megiddo, mas mais abaixo, onde tinha alguns costumes diferentes. * Falta? Eu desejo matar aquela desgraçada, mas não tenho poder suficiente.. ainda.. *ele olhou o pergaminho e estranhou o desenho da ampulheta e logo viu que aquilo estava com cara de armadilha. Guardando o pergaminho rapidamente, ele sacou de duas Seelenschneiders em um movimento fluido e logo em seguida cortou ao meio ambas, as mesmas passando inofensivamente por ele. Cruzando as espadas ele disse em uma voz fria. * Se deseja que eu ataque, realizarei seu desejo, mas não me culpe quando estiver batendo nas portas do Inferno. SEELEN KREUZ! [Cruz das Almas. ] * As lâminas cruzadas brilham feéricamente e o drow golpeia para frente. Duas ondas de energia se soltam das lâminas e vão em direção á drow. *

Sadira de Vandree
*Ele ouviu o som de algo se rasgando. Seja o que for, havia sido destruído. Viu também as adagas passarem por ele, pareciam que realmente não iria acerta-lo, ou talvez pegassem de raspão. Quando foram cortadas, as partes delas passaram girando ao lado de Zzrill, por atrás dele, cravando no telhado ao redor. Ele também notaria que Sadira estava encostada nele, costas com costas, de cabeça para baixo,  pendurada em pleno ar, de maneira estranha, semelhante como uma aranha pendurada enquanto tece sua teia...*
-Matar Lolth? Boa piada, excelente, mesmo. Acredite, estou rindo... por dentro... en algum lugar entre meu estômago e meu intestino.
*Ele ouviu o som de mais lâminas cortando o ar, mas fincando no chão logo a frente dele, e nos lados.*
-Quanta... agressividade gratuita. Você é realmente um Drow? Somos combativos, claro, mas somos reconhecidos por nossa aguçada inteligência, mesmo em combate, não por golpear para onde nosso nariz aponta e gritar. Anões... são anões que lutam assim.
*Não havia muita explicação de como ela havia chegado tão perto e estava encostada em Zzrill. Se conseguia voar, fazia isso de forma muito veloz.*

Zzrilldhrack Darrksin, Arqueiro Imperial
*O drow sorriu ao ouvir o som de algo sendo destruído, mas ele era mais esperto do que aparentava. Óbvio que uma drow como ela não seria pega por um ataque tão direto, certo? Ao senti-la encostar nas costas dele um sorriso surgiu na face do arqueiro. * Você fale por si mesma. Quem é que atacou primeiro? E respondendo sua pergunta... só sou meio... *Liberou a aura demoníaca que ele mantinha contida dentro de si, com a intenção de desestabilizar a elfa, mas não apostando só nisso. No próximo segundo ele já não estava mais costa-a-costa com ela, mas sim ele a espiava com o rosto colado no dela e com um enorme sorriso. * E você tem uma habilidade interessante. Mal posso te sentir. Como faz isso? *Apesar de estar tão perto dela, ele segurava as espadas energéticas em direção ao pescoço da mesma. um movimento errado e tchau-tchau. *

Sadira de Vandree
*Ele não encontrou nada... a elfa mantinha-se grudada as costas dele.*
-Não estou me teleportando... Não frequentou a Combatee Magthere, em Menzoberranzan... entendi parte do seu descontrole.
*Ele escutava mais e mais lâminas caindo por todo o solo ao redor deles. A aura demôniaca a deixou confusa por um instante. Drows com acordos demoníacos? Tanto trabalho para se libertar de Lolth e se entregavam a coisas tão ruins quanto a Rainha-Aranha?*
-Você não é um Drow... é um híbrido! Isso explica muito, e me deixa com uma dúvida: trocou um demônio por outro, e ainda diz que quer matar Lolth? Você claramente está confuso...
*Ela parecia estar zombando dele naquele momento.*
- Isso explica essa selvageria, nenhuma tática ou estratégia, achando que o mundo pode ser cortado em pedaços. Me pergunto porque Gillian o considerou. Você combateu ao lado dele?
*Embora estivesse grudada nele, ele não sentia seu peso. Parecia estar suspensa de alguma maneira.*

Zzrilldhrack Darrksin, Arqueiro Imperial

Não sei, Sadira. Não seria algo que você NÃO vê? * Se ela podia ofender, ele também podia. , mas estranhava aquela habilidade dela de ficar grudada nas costas dele e aquela chuva de facas. Se ele possuísse uma habilidade assim, já teria matado ela, se fosse ao contrário. " Tá certo... hora de aumentar o nível um pouquinho... " Aumentando a emissão de energia negativa quatro Tubos de contenção de magia voaram do bolso dele e se abriram, despejando uma imensa quantidade de energia sagrada no ar. * SANKT ZWINGER - BARRIER VON VIER FORMEN! [ Basílica Sagrada - Barreira Das Quatro Formas ] *O ar fica pesado e a energia se transforma imediatamente em um cubo de luz, aprisionando-os efetivamente ali. até mesmo telhado tinha sido substituído por um piso de luz brilhante. * Agora eu posso ir com tudo sem que ninguém venha reclamar por destruir nada... O Que você tem para me dizer agora, Sadira?

Sadira de Vandree
- Digo que você nunca vai me atingir assim. "Ir com tudo?"
*Falava de maneira calma. Parecia apenas estar observando tudo aqui, fazendo ponderações.*
- Uma prisão... mas eu pergunto... acha mesmo que eu estou presa aqui com você, ou que você está preso comigo aqui, comigo?
*Assim que o cubo foi criado, Zzrill talvez começasse a entender o que acontecia. Cada lâmina presa ao solo tinha, saindo dela, um fio e, mesmo com a barreira, estes fios a atravessavam sem resistência ou dificuldade. A luz refletida naquelas mais de 20 lâminas fincadas pelos arredores revelaria o imenso padrão de uma teia de aranha que os fios faziam... Zzrill estava no centro daquilo, no centro da teia. Se mover agora seria impossível, e ele notaria que não eram fios de algum tipo de material físico e que mesmo para material místico, aquilo era algo diferente. Fios de Força, como os de magias de contenção poderosas como Cubo de Força. Braços, pernas, tronco, cabeça. Os fios saídos de cada adaga haviam deixado-o enrolado numa grande teia de aranha. Sadira continuava imóvel, as costas dele.*
- Dançarina da Teia Lolth, Sadira de Vandree, discípula do clã da Mente de Diamante. Vivo no Monastério das Nove Lâminas. Porque acha que todo o combate é iniciado por um inimigo? Combatemos para comemorar e para conhecer as criaturas. Você... você não demonstra nada além de fúria cega e desmedida... Eu ainda não entendo porque Gillian o escolheu. Você parece ser justamente o exemplo daquilo que nós buscamos mais nos distanciar!

Zzrilldhrack Darrksin, Arqueiro Imperial
*Tinha sido descuidado e subestimado a oponente, logo se vira preso em fios de energia muito similares ás energias que ele controlava. Ele respirou calmamente. acalmar a mente, o corpo e o esp´rito era a chave para o fino controle da Trama da Magia. Era o que Proxy tinha dito em seu breve treinamento para conter e vencer o lado demoníaco dele. Sentiu a trama, sentiu som que vinha das inúmeras cordas de energia que o prendia, cada uma tocando uma nota diferente para uma melodia que só ele ouvia. Ele soltou a respiração e as cordas se moveram com ele. Ali, até os braços dele estavam firmemente presos, mas ele não estava desarmado ou indefeso. Soltando a respiração ele falou, em um tom de voz diferente do de antes, mais frio, sem a animação de antes. * Mas você deve ver o outro lado da moeda também, Sadira. Certo que para você e seus companheiros, combater é como uma forma de cumprimento, um ritual, uma forma de conhecer os outros, como você mesma disse. Mas onde eu nasci, eu combati pela minha vida e depois para proteger outros que compartilhavam das mesmas ideias que eu. Tínhamos que ser furiosos e violentos, ou não sobreviveríamos. Mas eu estou disposto a entender seu modo de ver o combate, só me deixe sair desta prisão... *Ele abriu a boca de um modo impossível para qualquer um. Energia negra começou a se acumular ali na forma de uma densa esfera opaca, carregada de energia maligna. A esfera se comprimiu ainda mais, ficando não muito maior que o diâmetro de um selo de carta, para logo flutuar mansamente da boca dele e explodirem uma miríade de ramos de energia negra afiadíssimas. Tudo o que aquilo tocava sumia, era aniquilado, até mesmo partes da barreira de luz que ele mesmo fizera, telhado até uma ou outra adaga, mas ele mirava os ramos da esfera principalmente nas pequenas linhas que o prendiam.

Sadira de Vandree
*O ataque de Zzrill teve efeito parcial, já que ele visou acertar justamente aquilo que era praticamente indestrutível. Os fios atingidos brilharam num tom azulado, num zumbido, não numa melodia. Era o zumbido de algo que, mesmo criado a partir da Trama, não mais ressonava na mesma sintonia. Pura Força, energia primordial, bruta, esculpida delicadamente pela técnica de Sadira. Parecia que não se livraria, mas então as primeiras adagas no solo começaram a ser destruídas... e os fios de prata que partiam delas desapareciam, com um pequeno estalo mágico. As adagas atingidas, em sua grande parte ali dentro do cubo, eram justamente as que prendiam pernas e tronco do Imperial, e o tiravam os movimentos. Com maior liberdade de movimento ele também notaria outra coisa: Os Fios dessa teia não eram grudentos, pegajosos. Ele havia ficado preso porque os fios estavam tão justos e entrelaçados ao corpo dele, que impediam os movimentos. Ele poderia se mover agora, e antes de faze-lo, ele ouviria a voz de Sadira, vindo de mais longe agora, bem mais longe, do telhado mais afastado por trás deles. OBVIAMENTE aquele estrago causou um ENORME susto na população, com gritos, pânico e tudo mais... mas sem os Wyverns, demoraria mais para a chegada da guarda...*
- A Mente de Diamante não ensina a combater. Ela ensina a antecipar o inimigo. Oponentes furiosos, movidos por raiva, e atacantes sem maior preocupação do que em matar o inimigo são previsíveis. *
*A voz vinha de longe... ela estava com a mesma postura inicial que apareceu.*
- Eu cresci sob tutela das Matriarcas de Lolth, não precisa me dizer isso, sei muito bem, mas o Monastério me deu a sabedoria necessária para que isso seja apenas PASSADO, e que eu utilize o que aprendi de forma efetiva...
*O pergaminho entregue a Zzrill emitiu um brilho dourado, e soou com som de trombeta.*
- Excelente... um minuto. Digo que você deve entrar na categoria "B" do torneio. Irei informar isto a Gillian, o campeão dos Planaltos Ocidentais. Se atente as datas no pergaminho.

Zzrilldhrack Darrksin, Arqueiro Imperial
*Quando a Esfera Destruidora terminou seu trabalho ele olhou para destruição que ele mesmo causara com uma careta. * Ugh e eu ainda tive o trabalho de erguer uma barreira para conter danos... *Ele olhou para o pergaminho e antes de abrir perguntou curioso. * Torneio? Sir Gillian me convidou para um torneio então? *Disse ele, voltando á ser o bobo sorridente e impulsivo de antes. * Categoria B? O que isso significa, Lady Sadira? *Ela tinha derrotado ele com inteligência, logo ele mostraria respeito. Ela notaria que ele também tinha chamado Gillian por sir, logo era um modo de ele mostra extremo respeito.

Sadira de Vandree
-"B" é para combatente com técnicas arcanas, porém focados em armas.
*Manteve-se ali, parada.*
- Sim, ele não te avisou antes? Prevejo que vou ter problemas com o próximo.
*Pegou outro pergaminho da cintura.*
- Conhece um tal de Lei Keylosh?
*Agora os soldados se aproximavam...*
- Bom... devo ir procurar o próximo convidado... Quando chegar ao monastério, me procure...
*Ela girou uma cambalhota para trás, recolhendo a lâmina no telhado e a arremessando para outro ponto. Assim que a lâmina atingiu aquele ponto, Ela surgiu lá. Zzrill viu, em parte, como ela se movimentava tão depressa...*

Zzrilldhrack Darrksin, Arqueiro Imperial
Oh, Comandante Lei... *Ele arregala os olhos. * ESPERE AI. Fala Lei Akbert Keylosh, Celestial Arcano e Comandante das Tropas Terrestres de Terânia? Sério... Comandante Lei é uma força para se temer em campo de batalha. E é certamente muito mais forte e experiente que eu... *Disse ele com um sorrisinho no rosto., enquanto olhava os guardas se aproximando. * Certo, Lady Sadira, te encontrarei lá. *E a viu ir atrás de Lei, compreendendo como ela se movia tão rápido. Não que ele necessitasse de outro modo ser se locomover em grandes velocidades, claro. Ele fora abordado pelos guardas e assumiu que destruiu tudo o que tinha sido destruido e a elfa que fugiu era, na verdade uma enviada de Planaltos Ocidentais, que tinha vindo fazer um teste para convidar ele e o Comandante Keylosh para um torneio, mas ele se animou demais. Os guardas sorriram para o drow, que era conhecido por quebrar de tudo quando lutava. assim, ele disse para que mandasse a papelada dos reparos para ele e logo olhou o pergaminho que Sadine tinha lhe dado. *




CONTINUA...
avatar
Imperador Renon
Admin
Admin

Mensagens : 394
Data de inscrição : 22/06/2010
Idade : 38
Localização : Nova Terânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum