Dissensão -Prelúdio-

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dissensão -Prelúdio-

Mensagem por Imperador Renon em Dom 17 Jul 2011, 03:39

Um Império.
Uma Ordem.
Um Imperador.

Imperial Knights e o Reino de Terânia. Por duas gerações estes bravos e heróicos homens e mulheres lutaram para defender a bandeira de Terânia contra perigos que assolavam o mundo.

Zenon Anchev Slade, Lemmon Anchev Slade.

Imperadores que comandaram a grande nação Terâniana... e falharam. Sucumbiram ao maior inimigo de todos, o próprio TEMPO. Seus castelos, suas fortalezas, todas soterradas pelas areias do tempo. Seus feitos, todos eles, tragados para o esquecimento das eras.

Sempre há um padrão. O primeiro teve sua sanidade comprometida devido aos males que combatia. Corações Negros, Mentes vilânescas, almas apodrecidas. Até mesmo o Sol pode ser encoberto pelas trevas e não seria o Imperador Zenon Anchev Slade a excessão. O Império ruiu e ameaçou ceder...
Foi então que a 2ª geração ,mais jovem, tomda pelo espírito guerreiro, assumiu.
Herdando o manto do pai, e tendo a seu lado magníficos mentores e aliados, Lemmon Anchev Slade assumiu o título de Imperador Terâniano.
As rachaduras que afetaram a estrutura Terâniana com a queda de Zenon foram cobertas por Lemmon.
Astuto, vivaz, cheio da vontade de interceder pelo mundo contra a vilânia. Lemmon combatia onde fosse necessário, como fosse necessário e quando fosse necessário.
Era mais guerreiro do que legislador. Encontrava-se mais no calor da batalha do que debruçado sobre pergaminhos com leis e decretos para melhorar a vida de seu povo. O povo o reconhecia como "Imperador Indomável", título diferente ao do seu pai, conhecido como "Imperador da Justiça".
E diferente do pai, o filho tombou em batalha. Morto em comabte em plena sala do trono, Lemmon não havia deixado herdeiros, ao menos nenhum conhecido. No ventre de uma de suas Amazonas Imperiais, ainda sendo gerado e sem que eles soubessem, crescia uma criança...
... enquanto um Império desmoronava. Sem ninguém com a coragem e a capacidade de reclamar o manto imperial, Terânia caiu. Seus Imperial Knights, sem saber que rumo tomar, espalharam-se pelos mundos da Grande Roda dos Planos. A amazona que gerava o herdeiro do Império caído, meses depois sabem da existencia da criança em seu ventre, rumou para planos onde a ordem reinava suprema, exata, sem falhas, pois acreditou que ali seu filho poderia ser instruído nos ideais e maneiras mais corretas que alguém poderia conhecer.


Este foi o fim do Reino de Terânia.

Dezenas de anos depois, aquele que carregava o sangue imperial nas veias, ressurgiu. Consigo ele trouxe magníficos guerreiros, trouxe as suas costas o suporte de quatro governantes, quatro nações. Com puramente sua força de vontade ele retomou o trono do Império Terâniano, reergueu fronteiras e reclamou toda a extensão do antigo império de seu pai.
Renon Anchev Slade, herdeiro do manto imperial, líder reconhecido pelas cinco nações que comporiam uma aliança capaz de alterar os rumos da história. O jovem líder não apenas reergueu a sua pátria-natal, Terânia, como uniu seus aliados em uma única força: O IMPÉRIO TERÂNIANO.
Seu esforço não foi esquecido pelos demais regentes. Todos eles, agora gozando de um acordo politico/militar/economico que trazia tantas vantagens, apontaram Renon, então líder da nação de Terânia, para ser o IMPERADOR TERÂNIANO, e liderar os interesses de todos os cinco reinos, agindo como símbolo do poder que nascia ali.

O jovem Renon Anchev Slade havia conseguido um feito notável. Retomara o legado de seus ancestrais e, agora, era o líder máximo de um Império imenso.
Era hora de dar mais um passo.
Foi então que ele também reergueu a ordem que representava todo o poderio do antigo reino de Terânia.
Ele refez os IMPERIAL KNIGHTS.
Recrutando criaturas poderosas o bastante para poder servir como os combatentes mais poderosos do mundo, sob a bandeira do Império, Renon foi adicionando incontáveis nomes a suas fileiras.
"Imperial Knights, cavaleiros a serviço do império para proteger nossos interesses." Falou o Imperador.
No início os demais regentes viram com bons olhos. Quem não desejaria ter a seu favor uma força de combatentes capazes de confrontar reinos inteiros com apenas uma dúzia de guerreiros?
Mas pouco depois o que era visto como uma clara vantagem passou a se tornar um incômodo.
Renon, confiando em seus comandados dentro dos Imperial Knights, começou a criar divisões de poder dentro do Império. Homens e mulheres, na maioria das vezes desconhecidos para todos os demais regentes, exceto Renon, eram eleitos para cargos de liderança que interferiam diretamente no dia a dia do Império Terâniano, posições que colocavam em xeque a liderança dos monarcas em cada uma das nações que compunham o Impérino Terâniano.


Surgiu então a INQUISIÇÃO.
Um secto completamente a parte da hierarquia Imperial. Homens e mulheres treinados e doutrinados para um único objetivo: Manter a ordem inicial dentro do Império Terâniano. Agiriam como poder interventor em questões conflituosas dentro do império, seriam a "mão negra" que impede a ruina do Império.
Se o Imperador era o ápice das decisões corretas e benéficas...
... a Inquisição seria aquela a ser temida por todos, aquela que puniria, aquela que tomaria QUALQUER atitude para manter o império coeso e protegido. Líderes rebeldes insurgentes seriam exterminados. Cidades cultuando divindades fora das permitidas pelas leis eclesiasticas imperiais ardiam em chamas, sem sobreviventes.

NADA é intocável para a Inquisição.
... nem mesmo o próprio Imperador...?

Lentamente os inquisitores começaram a se mover, fazendo perguntas, investigando. Por meses eles apenas observaram e informaram aos demais regentes os acontecimentos do coração do Império Terâniano.
Insubordinações.
Mentiras.
Demonstrações sem sentido de poder.
Busca de status e fama sem comprometimento com a causa imperial.

"O poder corrompe. Não existe nada mais prazeiroso do que a simples sensação de controle."

Seria esse o estopim inicial para o momento que em algum ponto futuro os historiadores dirão ser:

"A DISSENÇÃO"

avatar
Imperador Renon
Admin
Admin

Mensagens : 394
Data de inscrição : 22/06/2010
Idade : 37
Localização : Nova Terânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ordem Imperial 66

Mensagem por Imperador Renon em Qua 31 Ago 2011, 22:52

Durante o período que ficou conhecido como "2ª Era Imperial", onde ocorreu a primeira renovação das fileiras dos Cavaleiros Imperiais, e logo após a 1ª Guerra contra Apocalipse, eventos sinistros ocorreram e envolveram grandes heróis da época.
Um dos eventos mais dramáticos foi a conhecida "Marcha", que foi marcada pelo surgimento dos "Avatares", alter-egos corrompidos e vis de grandes heróis e heroínas da época.
Anthoniel, Uriel, Nexan, Lizar'ravel, essências corrompidas de Sarevok, Saruman, Nexus e Lucian foram algumas das criaturas que assolaram os reinos por meses, até seu também misterioso desaparecimento.
Foi revelado que toda a família "Anchev Slade" tinha em seu sangue a mácula destes avatares.
Isso incluia o Imperador Zenon Anchev Slade.
Estranhamente Zenon foi o único "Anchev Slade" que não manisfestou a presença de um "Avatar", e combateu ferrenhamente junto aos demais heróis. Devido a seu grande poder e força de vontade, todos acreditavam que ele não havia sucumbido puramente devido a seu poder.

Mal sabiam todos que, no caso de Zenon, a mácula dos avatares manisfestou-se de forma sorrateira, utilizando de sortilégios para enganar, mentir e manter o controle como Imperador Terâniano.
Impostos abusivos, abuso de autoridade, regime despota. Em pouco tempo os Cavaleiros Imperiais haviam sido mergulhados em um regime sanguinário, e até mesmo tinham figuras dúbias em suas fileiras, como o corrompido Axell Slade Shadow como general e o Ex-campeão dos Mercykillers e sumo-sacerdote da Dama da Dor, Elmdor Dullahan.
Um levante contra o imperador foi arquitetado. Liderados por Celestius, Sacerdote Imperial, e por Reizo Van Ghaile, Inquisitor Imperial, os Cavaleiros Imperiais conseguiram impedir os planos maquiavélicos do avatar de Zenon e libertaram o Imperador da influencia maligna que o afligia.

Mas tudo isso levantou uma questão: Pelas leis imperiais todos aqueles que se rebelaram contra o Imperador, mesmo que tendo uma justificativa nobre, infringiram diversos códigos e leis, muitas elas com pena capital (morte). A lei deve ser aplicada implacavelmente, mas como fazer isso com os salvadores do império? E mais, como evitar que em algum caso futuro o descontrole do Imperador colocasse em risco a integridade de TODOS seus súditos e até de seu reino?

Zenon, Mist, Reizo, Celestius e Saruman chegaram a uma conclusão.
Haveria uma força, na forma de um grupo, atuando nos bastidores do Império, garantindo a integridade imperial e, em uma última instancia, tendo a força de impor vetos a autoridade do Imperador, caso fosse constatado ameaça ao reino ou ao Império.
Um grupo recluso e, aparentemente, sem influência visível. Um poder composto sempre por três líderes capazes de fazer tudo pelo Império, sacrificar tudo e todos pela manutenção do Império de dos Cavaleiros Imperiais.
Esse foi assim que nasceu a INQUISIÇÃO IMPERIAL
Seu primeiro Grão-Mestre, Celestius, e seu primeiro Inquisitor, Reizo, foram indicados pelo próprio Imperador, sendo apenas ele capaz de fazer tal indicação.
Interventores, com autorização de agir sobre qualquer caso que ameaçe o Império.
Sua designação oficial seria conhecida apenas como "Ordem Imperial 66".

Embora uma ordem conhecida dentro do Império, o verdadeiro propósito da INQUISIÇÃO jamais foi revelado...

Até agora.

A presença das tropas da Inquisição, personificadas pelas renomadas Adeptas Sororitas, uma espécie de "valquírias" imperiais, mulheres, inquisitoras, combatentes e líderes de campo, e pelos temidos Cavaleiros do Templo, uma legião de cavaleiros tão poderosos quanto as legiões dos Adeptus Astartes, a elite combatente imperial, começou a ser notada em pontos diversos do Império. Firelands, Stormhigh, Planaltos Ocidentais, Atlan, Terânia.
O clima de descontentamento toma conta de várias partes do Império. Ações infelizes de Cavaleiros Imperiais repercutem de maneira negativa, abusos de autoridade, negligência, utilização de magia negra de forma permissiva.

O peso recai sobre os ombros do Imperador. Sua capacidade de gerir o Império é questionada, suas intenções são questionadas, seus métodos e objetivos também.



A ORDEM IMPERIAL 66 FOI DADA.


O Grão-Mestre da INQUISIÇÃO, Tomás de Torquemada, apoiado pela Grande Inquisitora Katherina Raven e pelo Sumo-Sacerdote Benedictus II, compondo a tríade do Sacro SANTO OFÍCIO INQUISITOR, fez valer a ORDEM IMPERIAL 66...

A Inquisição começa a se mover, lentamente, mas de forma definitiva, para alterar o futuro dos Cavaleiros Imperiais e do Império...
avatar
Imperador Renon
Admin
Admin

Mensagens : 394
Data de inscrição : 22/06/2010
Idade : 37
Localização : Nova Terânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ordem Imperial 66 -Igreja da Sagrada Luz-

Mensagem por Imperador Renon em Qui 01 Set 2011, 16:12

Força pela União... União pela ... pelo Império.



-, senhores, um dos motes principais de nosso Império. Mas o que é a sem um objetivo, sem um ponto focal? Vivemos atualmente um período conturbado, onde a figura de nosso Imperador encontra-se maculada, desacreditada. Nosso Imperador, o símbolo máximo do poder máximo e força que mantém os reinos aliados unidos, encontra-se contestado em diversas partes dos reinos. Há desconfiança e revolta em cidades inteiras, e isso se reflete nas atitudes dos Cavaleiros Imperiais, que não são exemplos atualmente.

Uma Valquíria Rebelada.Um Comandante Mago que utiliza Necromancia e age insubordinadamente.

Criaturas não humanas, ou sequer humanóides, perpetrando costumes e conceitos caóticos no seio do poder Imperial.

A "" no Império vem sendo consumida, vem desaparecendo, e isso nos faz soar um alerta, talvez nosso próprio Império esteja ruindo. É com lamento que anuncio a implementação da Ordem Imperial 66, uma medida extrema para proteger nosso mundo, nossos lares e aqueles que amamos.

Eu, o Grão-Mestre da Inquisição Tomás de Torquemada anuncio a todos os membros da Inquisição: É chegada a hora de reestabelecer a . Temos sombras cobrindo nossos reinos, sombras, que rastejam sorrateiras, tentando nos envolver, minar nossa crença com subversões! Pois agora a Sombra encontrará seu adversário mais temido! Eu declaro o nascimento da Igreja da Sagrada Luz, e que pela Sagrada Luz a fé possa ser restaurada.

PELA LUZ!

PELO IMPÉRIO!

PELA !



Discurso de Tomás de Torquemada para o conselho da Inquisição.
avatar
Imperador Renon
Admin
Admin

Mensagens : 394
Data de inscrição : 22/06/2010
Idade : 37
Localização : Nova Terânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dissensão -Prelúdio-

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum